Primeiro: o Reino de Deus e a Sua justiça

Por André Araújo*


Assim fala o Senhor dos Exércitos, dizendo: Este povo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que a casa do Senhor deve ser edificada.

Veio, pois, a palavra do Senhor, por intermédio do profeta Ageu, dizendo:
Porventura é para vós tempo de habitardes nas vossas casas forradas, enquanto esta casa fica deserta?

– Ageu 1:2-4

Não demore. Seja útil a Deus.
Sem querer te ameaçar, deixo este trecho:

Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.

– Mateus 7:19-20

 

Primeiro: o Reino de Deus e a Sua justiçaLeia a Bíblia. Preste atenção nos evangelhos, alimente-se de todos eles. Veja os exemplos que Cristo deixou para você ser uma árvore de bons frutos! A você que está um pouquinho mais familiarizado com a Bíblia, investigue todo o Novo Testamento, alimente-se das palavras dos apóstolos realizadas por intermédio divino! E a você que já está “de barriga cheia” da Palavra de Deus, estude o Antigo Testamento, procure exposições acerca dos profetas menores! Quanto mais você estudar, mais aprenderá que precisa orar, amar, perdoar, se arrepender e continuar estudando! Crie raízes fortes e profundas através do nosso alimento espiritual (o Livro Sagrado) para que você fique tão forte que não se contente em ser uma árvore que dá “apenas” 30 frutos, mas que almejará os 100! “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação” (Tiago 1:17).

Leve adiante a causa do Senhor. Como vocês podem ler na primeira citação, Deus registrou a desculpa do povo para não levar adiante Sua causa. Vale ressaltar que o povo não estava dizendo que não iria levá-la adiante. Esse era o plano daquela população. Deus chama a atenção é para o fato de que, para aquela gente, não havia como mover um centímetro sequer em prol da edificação da casa de Deus. Eles estavam ocupados com a edificação de suas próprias vidas aqui na Terra, vivendo aflitos pelo dia de amanhã. Esse povo judeu, quando retornou à cidade em ruínas, tinha dado início à construção de um templo. Eles começaram a lançar suas bases, mas, depois de um tempo, essa obra dedicada ao Pai parou. Eles provavelmente reclamavam de que “agora não dá”, de que estavam ocupados, pois havia coisas “mais importantes” que as de Deus a serem feitas…

O problema financeiro daquele povo se agravava. Alguns judeus conseguiam abrir ou reabrir seus negócios, mas a seca tinha trazido uma produção fraca, uma colheita pequena, fazendo com que as pessoas andassem ansiosas pelo dia de amanhã. Com isso, durante 15 anos, o trabalho de reconstrução do templo parou. O povo colocou em primeiro lugar o reino de si mesmo e, se sobrasse tempo, o Reino de Deus viria em segundo lugar. Você tem agido assim?

Precisamos ter cuidado para não cair no mesmo erro daquela sociedade (erro que, como podemos ver em nosso dia a dia, está presente também na nossa geração). A obra de Deus, a Sua causa e ser bom testemunho de vida cristã têm que ser prioridade em nossas vidas. Foi através do evangelho de Cristo que você foi perdoado, que você conheceu a Palavra de Deus, conheceu o caminho para a eternidade – Cristo – e recebeu a justificação pela graça, mediante a fé – o que não vem de vós, mas é o dom perfeito de Deus!

Se você está enquadrado no parágrafo acima, investir no Reino de Deus deveria ser prioridade em sua vida. Há maior motivo de gratidão a alguém do que o que Cristo fez por nós? Creio que não… e creio mesmo.

Então Zorobabel, filho de Sealtiel, e Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e todo o restante do povo obedeceram à voz do Senhor seu Deus, e às palavras do profeta Ageu, assim como o Senhor seu Deus o enviara; e temeu o povo diante do Senhor.
Então Ageu, o mensageiro do Senhor, falou ao povo conforme a mensagem do Senhor, dizendo: Eu sou convosco, diz o Senhor.

– Ageu 1:12-13

 

O Senhor “’tá junto” daqueles que O temem e O obedecem. Temor não é medo. Temor é respeito, e respeito leva à obediência. Obedeçam os mandamentos do Senhor, pois “aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele” (João 14:21). Ame o nosso Salvador não só em teoria, mas demonstre o seu amor, coloque em prática! Faça com que Ele “enxergue” o seu amor por Ele sem que para isso Ele precise vasculhar os confins do teu coração. Guarde os Seus mandamentos investindo no Reino dos Céus, dando maior atenção aos pobres e necessitados, amando teus inimigos, orando pelos que te perseguem, dando a outra face, evitando que diálogos se transformem em porfias – preferindo algumas vezes ficar com o sossego do que com a razão –, arrependendo-se de seus pecados e “procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz” (Efésios 4:3), sempre buscando “primeiro o reino de Deus, e a Sua justiça”, afinal de contas, se assim fizer, tudo o que necessita lhe será acrescentado (Mateus 6:33). Não andeis, pois, inquietos. Ele sabe de tudo o que você precisa, assim como sabe de tudo o que é melhor pra você.

E aí? Vai entregar seus primeiros esforços ao Criador dos céus e da terra?

Não demore.

_____

André Araújo*André Araújo é colaborador do portal redesuper.com.br
andre.cavalcante.1@gmail.com


1 Comentário

  1. Iva

    palavra abençoada, motivadora…

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.