Blog Super

Enquanto o mundo morre, a Igreja aplaude

Por Abner Faustino

violência

(Foto: Pixabay)

Há dois mil e dezesseis anos, um certo homem passou por estas terras ensinando sobre o amor. Você aprendeu?

A Igreja precisa abrir a boca e começar a se portar como Igreja! Já chega dessa religião fajuta! Assim como esse Homem foi, precisamos ser. Mais humanidade, menos religião.

Durante a vida dEle em terras pecaminosas, Ele foi humano – ou você não se lembra da graciosidade de uma certa mulher? – e bateu de frente com religiosos.

Nosso mundo está morrendo e a Igreja não está longe disso. Chegamos a um tempo em que o comércio vale mais que uma vida, não somente a vida espiritual, mas também a física.

Chegamos a um momento em que culpamos todo mundo, mas esquecemos do poço em que a Igreja está adentrada.

Abra a sua boca, levante-se desses bancos aconchegantes e tome atitudes de um seguidor de Cristo.

Os seus aplausos na noite de domingo não fazem mais efeitos. Os seus gritos dentro de quatro paredes não salvam mais vidas. O mundo precisa de você, as vidas morrem à espera de alguém, mas ainda estamos nos acovardando em retiros de lazer.

Pergunto: onde estaria Jesus se estivesse na Terra: trancado em uma igreja ou fazendo a diferença para aqueles que precisam?

Pergunte-se: onde você quer estar?

“Fazer o que é justo e certo é mais aceitável ao Senhor do que oferecer sacrifícios”.
(Pv. 21:3)

_____

Abner Faustino*Abner Faustino é estudante de Jornalismo, estagiário na Rede Super
abner.faustino@redesuper.com.br

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.