A presença do Senhor

Por André Araújo*

E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo:
Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.
Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.
Mas o Senhor mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma forte tempestade, e o navio estava a ponto de quebrar-se.

– Jonas 1:1-4

 

Amados… muitos de nós não compreendemos o poder que “a presença do Senhor” representa.

Há aproximadamente dois mil anos, o véu foi rasgado. Temos livre acesso à presença do nosso Criador, mas são poucos os que de fato vivem tendo fé nessa dádiva que nos foi concedida. E tão poucos são esses que até o profeta Jonas – que ouviu a voz do próprio Deus, como no trecho bíblico exposto acima – não foi capaz de viver de tal modo.

Se Jonas, sendo PROFETA DE DEUS, foi incapaz de, por pelo menos em um momento de sua vida, viver tendo compreensão da imensurável presença do Senhor… quanto mais nós outros, homens e mulheres de pequena fé!

SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.
Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.

– Salmos 139:1-4

Não poucas vezes, somos como um espelho do profeta. No início de nosso processo de santificação, ainda vivemos uma vida repleta de pecados que já sabemos que são pecados. Vivemos acostumados a pecar, tendo como diferença das outras pessoas o fato de não estarmos acomodados com isso, mas em guerra com o erro. Muitas vezes, um viver “distante da presença do Senhor” anda de mãos dadas com uma vida onde “tudo dá certo”. Vejam o que aconteceu com Jonas, por exemplo. A Palavra nos diz que o profeta desceu a Jope, achou um navio que ia para Társis, pagou a passagem, entrou no navio e se foi, acreditando que estava conseguindo fugir da presença de Deus. Note, tudo havia “dado certo” para ele. E no presente século as coisas são não muito diferentes.

 

Muitos pecadores vivem uma vida onde tudo, aparentemente ou pelo menos por enquanto, realmente vem dando certo! Essas pessoas podem ser muito ricas financeiramente, vão às compras sem se preocuparem se pagarão no crédito ou no débito, têm mais que um carro na garagem, possuem conforto, fácil acesso a qualquer tipo de prazer… Essas pessoas têm tudo o que o Maligno dá para servirem em obediência a Mamon (o dinheiro), ou às bestas de Apocalipse 13 e à grande prostituta do capítulo 20 (que representa os prazeres do mundo que nos distanciam da vontade divina), para dentre outras coisas não se lembrarem de que existe um Criador dos céus e da Terra. “Que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).

Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.
E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.
Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.

– Mateus 4:8-10

Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

– João 16:33

E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

– Romanos 5:3-5

Historicamente, a vida dos cristãos é marcada por diversos momentos de aflições e tribulações, como já nos anteciparam o carpinteiro de Nazaré e o apóstolo Paulo. Por isso, jamais aceite que a falta de prosperidade na sua vida é resultado de falta de fé. Isso é uma heresia promovida por falsos profetas desses nossos dias! A Palavra nos diz para, primeiro, buscarmos o Reino de Deus e a Sua justiça. Assim, as demais coisas que necessitamos nos serão acrescentadas! Amados, o Senhor está presente nos momentos mais difíceis de nossas vidas. Não espere que os planos dEle pra ti se restrinjam a este “parêntese do tempo”. Deus é eterno, é o Alfa e o Ômega, o início e o fim. Os planos dEle para a sua vida (e digo isto para os que creem em Cristo) é o de lhe fazer habitar no Reino de Deus. Não limite sua mente às coisas deste mundo. “Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia.” (João 15:18-19)

Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo,
Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.
Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,

– Filipenses 3:18-20

Portanto, amados, “não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” (1 João 2:15). Assim, procuremos viver no amor do nosso onipresente Pai. Como bem disse o salmista:

Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?
Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.
Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,
Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.
Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim.
Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa;

– Salmos 139:7-12

Não tente esconder seus pecados. Lembre-se de que, por mais secretos que sejam, Deus está ciente deles. “Ide, porém, e aprendei o que significa: misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.” (Mateus 9:13). Arrependam-se de seus pecados. Arrependimento não é um derramar de lágrimas, arrependimento é mudança! Mostre a Deus que você vive em novidade de vida, não por forças próprias, mas por meio da graça! Você ainda pecará, mas o pecado não será mais a sua alegria, mas a sua tristeza. Não será mais a sua saúde, mas a sua doença. Ao cometê-los, tenha noção da presença de Deus e se arrependa diante dEle o mais rápido que puder. “Se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” (Lucas 13:5).

Fique na fé! (pois você está, agora mesmo, na presença do Senhor).

_____

André Araújo*André Araújo é colaborador do portal redesuper.com.br
andre.cavalcante.1@gmail.com


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.