Nunca é Tarde

Vídeos

“Eu tive que dar minha casa para usar drogas”, conta pastor ex-dependente químico

Mario Júnior, como milhões de brasileiros, tinha o sonho de ser um jogador de futebol na juventude. Ele conta que, aos 20 anos, burlou sua documentação para mostrar ter uma idade menor do que realmente tinha, para conseguir se manter como jogador. Em um período de férias, Mario sofreu um acidente de moto, o que causou o fim de sua carreira. Hoje, ele carrega sete parafusos em uma das pernas.

Após o acidente, Mario Júnior entrou para o mundo das drogas e foi se afundando cada dia mais no vício. Ele conta a esposa se divorciou dele. Para manter o vício, ele deu a própria casa para traficantes.

Mario conta que, em um dia de abstinência, tentou furtar drogas. A caminho do local onde cometeria o crime, ele diz que encontrou um “anjo” que afirmou que Mario teria uma chance de mudar de vida. A princípio, ele não deu muita ideia. Ao pegar as drogas nas mãos, Mario lembrou do que havia escutado anteriormente. E, assim, ele teve o primeiro encontro com Deus.

Hoje, ele é pastor e canta em um grupo de rap cristão.

Comentários fechados.