[Tanzânia] Pastor pede oração após ataque extremista

[Tanzânia] Pastor pede oração após ataque extremistaPor Dayane Cristina*

O pastor Prince Simon, de Zanzibar, na Tanzânia, pediu orações pela família dele e, também, pela igreja que lidera, informou a Missão Portas Abertas.

Em setembro deste ano, ele, a esposa e dois filhos pequenos estavam em casa quando seis indivíduos – possivelmente influenciados por radicais – entraram no local dizendo que não queriam cristãos em Zanzibar e ordenando que a família saísse da ilha. Prince argumentou que ele e a família tinham o direito de residir em qualquer lugar do país. Além disso, ele disse que haviam comprado a propriedade da igreja e não deixariam de realizar a obra de Deus. Depois de se recusar a deixar o local, foi espancado pelo grupo. Ao tentar intervir, a esposa do pastor também foi ferida. Eles não tiveram ferimentos graves, mas o incidente deixou os filhos do casal, de 4 e 6 anos, aterrorizados.

O pastor relatou o que aconteceu à polícia. No entanto, quando ele e a esposa viram as pessoas que os agrediram na delegacia, decidiram retirar todas as acusações. Eles disseram que não queriam criar qualquer tipo de inimizade. Os agressores se surpreenderam e prometeram deixá-los em paz.

Por causa do ocorrido, alguns membros da igreja pararam de frequentar os cultos. Além disso, após o ataque, o dono da casa alugada por Prince pediu à família para desocupar o imóvel. Portanto, eles ficarão acampados no prédio inacabado da igreja até que possam encontrar uma acomodação.

_____

*Estagiária sob supervisão.

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.