Refugiados: resposta financeira de comunidade internacional é insuficiente

Refugiados: resposta financeira de comunidade internacional é insuficiente

Para dar assistência ao crescente número de refugiados resultantes dos conflitos e tensões no Oriente Médio, a Organização das Nações Unidas (ONU) pediu ajuda econômica, no final do ano, passado à comunidade internacional. Segundo a organização, 8,4 bilhões de dólares (o correspondente a mais de 20 bilhões de reais) são necessários para assistir a 18 milhões de pessoas na Síria e região. E apesar de o valor ser apenas o mínimo estimado para cobrir as necessidades mais básicas dos refugiados, a ONU não tem expectativa de atingi-lo.

“De acordo com os cálculos da ONU, nenhum apelo alcançou mais de 75%”, afirmou o representante do Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados, Antonio Guterres. Ele ainda alertou para várias tendências preocupantes, como a imposição de barreiras para a concessão de asilo a refugiados em vários países. “E quanto mais difícil, mais desesperadas as pessoas ficam, a ponto de colocar suas vidas nas mãos de contrabandistas sem escrúpulos”.

Mais de 4.200 refugiados morreram em 2014 tentando atravessar o Mar Mediterrâneo, Oceano Índico ou o Golfo de Áden sem segurança. Nos dois últimos anos, mais de 1700 sírios buscaram o Brasil como refúgio da guerra. Os primeiros que chegaram encontraram uma grande burocracia até serem legalizados, mas, com o aumento da procura, o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) encaminhou mudanças na legislação para aceleração do processo.

Uma das organizações engajadas no apoio aos refugiados no Brasil, a Missão em Apoio à Igreja Sofredora (Mais) acolheu, em todo o ano de 2014, mais de 100 pessoas de 35 famílias, que foram dirigidas para mais de 20 igrejas em cinco estados brasileiros. A organização atua com a ajuda de parceiros que podem contribuir financeiramente, com ações voluntárias ou com orações, por meio de uma rede de intercessores. (clique aqui e saiba como contribuir)

_____

Fonte: Missão em Apoio à Igreja Sofredora


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.