Polícia italiana prende 15 muçulmanos por atirarem cristãos para fora de barco

Portas Abertas

A polícia italiana informou, nessa quinta-feira (16), que 15 imigrantes muçulmanos estão detidos após atirarem 12 passageiros cristãos para fora de um barco no Mar Mediterrâneo. Todos as vítimas morreram. Os 15 muçulmanos, de nacionalidade costa-marfinense, maliana e senegalesa estão sendo acusados de “múltiplo homicídio agravado motivado por ódio religioso”.

O atentado ocorreu no estreito da Sicília, entre o sul da Itália e a Tunísia e, segundo testemunhas, a ação foi motivada por princípios religiosos. “Durante a travessia, nigerianos e ganeses cristãos, em minoria, foram ameaçados de serem atirados à água por uma quinzena de passageiros”, indicou a polícia em comunicado. “As ameaças teriam, em seguida, se concretizado, e 12 pessoas sucumbiram nas águas do Mediterrâneo”.

 


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.