Perseguição contra a Igreja na Eritreia continua

Localizado ao leste da África, Eritreia está em 10º lugar na classificação de países por perseguição. Desde 2002, todas as igrejas evangélicas estão fechadas por ordem do governo e precisam de autorização para funcionar. A prática de prender aqueles que se reúnem ou exercem qualquer outra atividade religiosa sem autorização já levou mais de 2.800 cristãos à prisão. No último levante contra a Igreja, o governo prendeu outras sete pessoas que insistiram em desobedecer a ordem, na quarta-feira (20).

Já houve diversas campanhas como esta, mas os líderes temem que essa, em particular, seja a mais séria, porque tem como objetivo “erradicar a Igreja subterrânea ao apontar os principais líderes ao redor do país”. Na Constituição de 1997 é previsto a liberdade religiosa, no entanto, ela ainda não foi implementada.

“Todas as vezes que ouvimos sobre os cristãos que estão sendo levados para a prisão, nós dizemos como o salmista: ‘Até quando, ó Senhor?’. Mas o conforto que recebemos de Deus por meio da palavra dele é que as portas do inferno não prevalecerão contra Cristo e Sua Igreja. Precisamos continuar clamando aos céus por ajuda. Nosso auxílio vem de Cristo”, comentou uma fonte da Portas Abertas, que permanece anônima por razões de segurança.

_____
_____

Fonte: Portas Abertas
Tradução: Ana Luiza Vastag
Adaptação: Redação REDE SUPER


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.