Pastor que auxiliava refugiados da Coreia do Norte é assassinado por agentes do governo

 

O pastor sino-coreano (quem nasce ou vive na fronteira da China com a Coreia) Han Choong Yeol foi assassinado no último sábado (30) na cidade chinesa de Changbai, na fronteira com a Coreia do Norte. Segundo o portal Portas Abertas, o pastor foi capturado e torturado por agentes norte-coreanos.

• Veja também:
Pelo menos 38 pessoas morrem após ataques do Estado Islâmico no Iraque
10 motivos para não se tornar um missionário

Han era um conhecido pastor cristão da região. Ele ajudava refugiados da Coreia do Norte, dando-lhes alimentos, roupas, medicamentos e ajudando em outras necessidades básicas.

No sábado, Han deixou sua casa por volta do meio-dia e deveria retornar por volta das 17h. Como não retornou, parentes e membros da igreja que ele pastoreava organizaram uma busca para encontrá-lo. Por volta das 20h, o corpo do pastor foi encontrado mutilado e com vários ferimentos.

Em 2014, um diácono de sua igreja foi sequestrado e até hoje não foi encontrado. O pastor Han sabia que era um alvo dos agentes da Coreia do Norte, mas continuou seu ministério. Pessoas próximas do pastor o descrevem como alguém que era “extremamente apaixonado pelos norte-coreanos”. Han Choong Yeol tinha 49 anos e deixou esposa e dois filhos, bem como três igrejas locais, com cerca de 600 membros, que ele ajudou a fundar.

_____

Com informações de Portas Abertas.


1 Comentário

  1. isaque bezerra de oliveira

    Essa é a nossa missão dar a vida para que outros vivam, quem não está pronto pra morrer não o esta para viver; este é o ide e ele é muito mais que isso.

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.