Pastor canadense desaparece na Coreia do Norte

O pastor canadense Hyeon Soo Lim, 60, está desaparecido há mais de um mês na Coreia do Norte. Ele chegou ao país asiático no dia 31 de janeiro e, desde então, não fez mais contato com nenhum parente ou amigo. O pastor já teria visitado o país mais de 100 vezes para realizar atividades humanitários em asilos, creches e orfanatos.

A volta de Li estava programada para o dia 4 de fevereiro. Outros pastores da igreja Light Korean Presbyterian Church de Mississauga, – igreja que Hyeon Soo Lim frequenta no Canadá -, não se preocuparam de imediato, pois pensaram se tratar de um atraso comum. O desaparecimento do pastor foi denunciado apenas na última semana.

Perseguição na Coreia do Norte

Segundo pesquisas do site Portas Abertas, há mais de 13 anos, a Coreia do Norte é o país que mais se persegue os cristãos em todo mundo. “Ser cristão na Coreia do Norte significa ser proibido de professar sua fé abertamente. Forçados a viver somente em segredo, os cristãos não ousam compartilhar sua fé nem mesmo com seus familiares, por medo de ser enviados a campos de trabalho forçado (onde estão presos cerca de 50 a 70 mil cristãos). Uma pessoa descoberta em atividade religiosa está sujeita a detenção, desaparecimento, tortura e até mesmo execução pública”, diz uma nota divulgada no site da organização.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.