[Paquistão] Cristão é acusado de “blasfêmia”

Bandeira do PaquistãoA polícia prendeu o jovem Khuram Masih, de 23 anos, no dia 5 de dezembro, acusando-o de “blasfêmia contra o Islã”. O chefe de Masih, Zulfiqar Ali, alegou que o jovem queimou páginas do Alcorão. Segundo as leis do país, a pena para esse crime é a prisão perpétua.

Advogados de Masih pediram a concessão de sentença para o cristão, alegando que a polícia teria registrado falsas acusações contra Masih, baseadas em boatos e sem qualquer prova concreta do crime.

No entanto, o juiz Sayed negou o pedido de concessão de fiança para o caso de Masih, alegando que a situação é muito sensível e que a concessão da fiança inflamaria ainda mais os sentimentos de extremistas religiosos do país.

Masih diz que foi falsamente acusado, e que seu chefe o denunciou porque eles discutiram. Assim como Khurram Masih, muitos cristãos ao redor do mundo são perseguidos e presos por serem falsamente acusados por extremistas religiosos dos países em que vivem.

Ore pela vida de Masih, para que Deus seja a justiça dele diante dos homens.

_____
_____

Fonte: Compass Direct
Tradução: Lucas Gregório
Extraído de: Portas Abertas
Adaptação: Redação REDE SUPER


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.