Missionário é condenado à prisão perpétua acusado de “tentar derrubar o governo da Coréia do Norte”

Por Abner Faustino

Missionário é condenado à prisão perpétua acusado de "tentar derrubar o governo da Coréia do Norte"

(Foto: Reuters)

Segundo informações do site Portas Abertas, o cristão Hyeon Soo Lim, que foi condenado à prisão perpétua na Coreia do Norte, no mês de dezembro, era um missionário ativo no país, onde fornecia abrigo, alimentação e outros benefícios aos refugiados que viviam em condições precárias.

Desde 2013, Hyeon Soo Lim ministra a Palavra de Deus no país, convertendo muitos coreanos ao cristianismo, o que provocou uma grande revolta no governo de Kim Jong-un. Segundo fontes ligada ao missionário, ele havia organizado a abertura de cerca 500 igrejas clandestinas no país. Lim foi preso, torturado e acusado de tentar derrubar o governo norte-coreano.

Segundo a mídia estatal, as autoridades fizeram de tudo para tentar a pena de morte para Lim, mas o tribunal impôs a sentença de prisão perpétua quando o líder religioso ‘confessou’ estar ‘sinceramente arrependido’. Para vários veículos de comunicação, Lim foi obrigado a dizer essas palavras.

Apesar da detenção e de tantas outras formas de lutar contra o cristianismo, o governo norte-coreano não venceu essa guerra e a igreja permanece viva há quase 70 anos, debaixo da perseguição. Hoje, cerca de 400 mil cristãos evangélicos ainda professam sua fé de forma secreta, na Coreia do Norte.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.