Líderes de igrejas são ameaçados de morte via Internet

Com informações de Portas Abertas

Ameaças seguem estilo de Estado Islâmico e prometem matar os fiéis

Segundo informações do portal Christian Post, 15 congregações protestantes turcas e seus líderes têm sido alvo de uma campanha estridente de ameaças de morte enviadas por Facebook, e-mail, sites e celulares desde o mês passado. As ameaças seguem o estilo tipicamente usado pelo Estado Islâmico, prometendo matar e decapitar os apóstatas que, nas palavras deles, são os que “escolhem o caminho que nega a Deus”.

“As ameaças não são novidade para a comunidade protestante que vive neste país e quer criar seus filhos aqui”, disse uma representante da Associação de Cristãos Protestantes na Turquia, em um comunicado à imprensa.

A maioria das mensagens inclui uma citação direta do capítulo Al-Ahzab, do Alcorão: “Aqueles que espalham notícias falsas (…) Esses malditos devem ser apreendidos, sempre que encontrados, e mortos de forma terrível”. Um dos links anexados às mensagens continha um vídeo em árabe, com legendas em turco, com o título: “As provas contra os religiosos apóstatas e por que eles devem ser mortos”.

“Tudo o que eles dizem nos faz entender que devemos voltar para o islamismo, e que nós somos responsáveis por outros muçulmanos que estão se convertendo para Cristo, que o nosso tempo acabou e que Deus vai entregar a eles nossas cabeças”, disse um dos pastores ameaçados ao Portas Abertas.

A maioria das congregações protestantes turcas é de ex-muçulmanos que se converteram ao cristianismo. Em contraste com a maioria das nações, os cidadãos turcos têm o direito legal de mudar a sua identidade religiosa ou deixar em branco a coluna “religião” em suas identificações. Os líderes que receberam as mensagens foram incentivados pela associação a notificar a polícia e os promotores públicos a respeito das ameaças.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.