Blog Super

Jovens europeus estão cada vez menos cristãos, revela pesquisa

Por Gabriel Lacerda 
Com informações The Guardian

A ideia de uma Europa mais cristã vem sendo dissipada a cada ano. De acordo com o relatório Europe’s Young Adults and Religion (em português, religião de jovens adultos na Europa), o continente é um dos que mais possuem jovens que não acreditam e não participam de nenhum tipo de religião.

Praga República Tcheca

Foto: Vista da cidade de Praga, capital da República Tcheca 

A pesquisa, que foi realizada com jovens de 16 até 29 anos de idade, mostrou a República Tcheca como o país menos religioso de toda a Europa. Cerca de 91% dos jovens entrevistados disseram que não tem religião. Em contrapartida, os países mais religiosos do Velho Continente são a Polônia, com 83% dos entrevistados dizendo que possuem alguma religião, e a Lituânia, com 75%.

No Reino Unido, 10% dos jovens afirmaram ser católicos e apenas 7% anglicanos. Outro dado observado pela pesquisa é que os muçulmanos entrevistados representam 6% e, de acordo com o estudo, estão próximos de ultrapassar a quantidade de jovens evangélicos do país.

O autor do relatório e professor de teologia e sociologia da religião na Universidade St. Mary, em Londres, Stephen Bullivant, afirma que os pais possuem grande influência nos números, já que as tradições não estão sendo passadas de pai para filho.

Outro fator citado pelo professor é a mudança na religião. “O cristianismo como padrão, como norma, se foi e provavelmente se foi de vez – ou, pelo menos, nos próximos 100 anos”, disse Bullivant. Ele ainda explica o porquê da população jovem muçulmana superar, daqui alguns anos, a quantidade de jovens cristãos. “Um em cada cinco cristãos católicos no Reino Unido não nasceu no país. E sabemos que a taxa de natalidade muçulmana é maior que a da população em geral, e eles têm taxas de retenção [religiosas] muito mais altas”.

A maioria dos países tem na católica a confissão mais professada entre os jovens. Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia as denominações protestantes dominam. Na Alemanha e Suíça, há um empate entre protestantes e católicos. Rússia e Estônia têm a maioria cristã ortodoxa e Israel é o único país com maioria judaica.

Apesar de alguns jovens dizerem que possuem religião, são poucos os que a ‘praticam’. Na Polônia, em Portugal e na Irlanda, cerca de 10% dos entrevistados afirmaram ir à igreja pelo menos uma vez por semana.

Veja também:
• Pastor americano que evangelizava na Turquia está preso por “terrorismo” há mais de 500 dias
• Eleições 2018: acreditar em Deus, ser honesto e sério são as características ideais de políticos para brasileiros, revela pesquisa

No Reino Unido, França, Bélgica, Espanha e Holanda, entre 56% e 60% disseram que nunca vão à igreja, e entre 63% e 66% disseram que nunca oraram, apesar de possuírem religião.

Pensando no futuro, Bullivant diz que, em até 30 anos, as igrejas tradicionais serão menores e que os cidadãos sentiram-se no caminho contrário por terem religião. “A nova configuração padrão é ‘sem religião’, e os poucos que são religiosos veem a si mesmos nadando contra a maré”, afirma.

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.