[Irã] Governo se contradiz sobre caso do pastor Yousef

Bandeira IrãNo início da semana passada, o senador Magno Malta se encontrou pessoalmente com o embaixador do Irã no Brasil, Mohamad Ali Ghahezadehao, que havia informado que o pastor Yousef Nadarkhani não seria executado por seguir a fé cristã.

O embaixador iraniano disse que o pastor Yousef foi condenado por outros crimes, como roubo e prostituição. Foi apresentada uma carta oficial da embaixada iraniana que alegava que o pastor Yousef não foi preso por motivos religiosos.

Essa é uma das contradições entre as várias justificativas dadas pelo governo iraniano. Acredita-se que eles divulgaram essa nota para abrandar a indignação pública dos brasileiros.

No dia seguinte após o encontro, Magno Malta recebeu um comunicado de que a sentença de morte contra Yousef era verdadeira e estava mantida. O senador exigiu, então, que a embaixada do Irã se explicasse quanto ao caso.

O caso de Yousef ainda continua em andamento no Irã e continua em pauta na comunidade internacional. Continue em oração.

_____
_____

Fonte: ACLJ
Tradução: Lucas Gregório
Extraído de: Portas Abertas
Adaptação: Redação REDE SUPER


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.