[Índia] Cristãos são humilhados e acusados de proselitismo

“Mesmo em 2012, não há descanso para os cristãos. Nós já tivemos o terceiro incidente anticristão no primeiro mês do ano”, disse Sajan George, presidente do Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC). Sajan George acrescentou que a cumplicidade entre o governo e forças ultranacionalistas tem colocado em perigo a sobrevivência de cristãos em Karnataka.

Dezenas de ativistas hindus da RSS atacaram 20 cristãos da Associação da Nova Vida, numa casa privada, a 3 km da cidade de Haliyal (Uttar Kannada, Karnataka). O episódio aconteceu no dia 23 de janeiro. Acusando os cristãos presentes de proselitismo e conversões forçadas, os ultranacionalistas começaram a bater em Kishore Kavalekar, um fiel, e no Reverendo Kalappa Chandrakanth Chavan, 27 anos, diante da esposa Vandana e da filha de 3 anos de idade.

Depois de rasgar as roupas do pastor, os ativistas o arrastaram na frente de toda a vila. Em seguida, ataram Kalappa a uma árvore próxima a um templo hindu e chamaram a polícia de Haliyal. A polícia prendeu o Reverendo Chandrakanth e Kishore, mantendo-os presos por 24 horas.

“Amanhã, a Índia celebra o sexagésimo segundo Dia da República: é imperativo que as credenciais seculares da nossa Constituição sejam garantidas e seguidas em todos os estados deste país”, concluiu Sajan George.

Recentemente, outros estados indianos foram cenário de perseguição anticristã. Em Jammu e Kashmir, uma corte islâmica (que não possui autoridade legal) decretou a expulsão de cinco missionários cristãos.

“Cristãos são tratados como cidadãos de segunda classe não apenas pelas forças ultranacionalistas, mas também pelas autoridades. Com a aproximação do Dia da República, é tempo de o estado garantir à minoria cristã os direitos constitucionais”, disse o presidente GCIC.

_____
_____

Fonte: Asia News
Tradução: Samuel Auler
Extraído de: Portas Abertas
Adaptação: Redação REDE SUPER


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.