“Hoje eu consigo perdoar o Estado Islâmico”, diz viúva de homem que foi morto pelo grupo radical

Redação Rede Super

 

Jovem viúva copta diz perdoar Estado Islâmico por execução de seu marido

Em conversa com integrantes da Missão em Apoio à Igreja Sofredora (Mais), uma jovem de 20 anos do vilarejo de Gibeli, na Líbia, abriu o coração e disse que perdoa o Estado Islâmico (EI) por ter executado o marido dela, Assam.

O marido da jovem saiu do Egito para trabalhar na Líbia quando a esposa estava grávida de seis meses, com o objetivo de buscar sustento para a família. Sequestrado e morto por integrantes do EI em fevereiro deste ano – no episódio em que 21 cristãos coptas foram executados pelos radicais -, Assam nunca conheceu a filha.

“Hoje eu consigo perdoar o Estado Islâmico pelo que me fizeram. Eu apenas soube da morte do meu marido assistindo o noticiário na TV e fiquei em choque por três dias. Pensei que ia ficar louca, mas Deus me confortou. Meu marido manteve nossa fé e é um exemplo do que é seguir a Jesus. Mariam (a filha) um dia também sentirá orgulho do pai e ele será seu exemplo de fé”, compartilhou a viúva.

_____

Com informações da Mais.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.