Estudantes que escaparam de ataque do Estado Islâmico comemoram: “Foi um milagre que não nos viram”

Redação Rede Super

A cidade de Kirkuk, no Iraque, foi alvo de ataques do Estado Islâmico (EI) na semana passada. Pelo menos 70 soldados do grupo terrorista teriam invadido a região com armamento, lançadores de foguetes e coletes suicidas, segundo o portal Christian Today (CT).

Segundo estudantes que estavam em um alojamento estudantil na cidade, a campanha de terror começou quando os radicais gritaram pelo alto-falante: “O Estado Islâmico assumiu”.

Ao terem início os ataques, a estudante Rand Leith, de 21 anos, se escondeu debaixo de uma cama com outras alunas. Estudante de Medicina, ela fugiu de Qaraqosh em 2014, após a a cidade ser dominada pelo EI.

A estudante Monaly Najeeb, que estava em outro alojamento nas proximidades, também se escondeu com outras estudantes. Elas foram para debaixo das camas quando ouviram soldados do grupo radical entrarem no local. “Foi um milagre que não nos viram”, diz Monaly, aliviada, em entrevista ao CT.

Calcula-se que cerca de 75 civis e membros da guerrilha curda – que atua juntamente à coalizão liderada pelos Estados Unidos contra os Jihadistas do Estado Islâmico – foram mortos. Pelo menos uma dezena de radicais do EI também morreram. Mais de 100 civis sofreram ferimentos graves. Segundo o portal CT, Kirkuk ficou poucas horas sob o comando dos jihadistas.

_____

Com informações de Christian Today


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.