Estado Islâmico tenta utilizar cerca de 25 mil pessoas como escudo no Iraque

Por Abner Faustino

Com informações da agência Reuters

Estado Islâmico tenta utilizar cerca de 25 mil pessoas como escudo no Iraque

Acnur via photopin (license)

A porta-voz de direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Ravina Shamdasani, revelou, nesta terça-feira (1), que militantes do grupo radical Estado Islâmico (EI) mataram 40 ex-membros das forças de segurança do Iraque. Após os assassinatos, os militantes jogaram os corpos no rio Tigre.

Segundo a porta-voz, o grupo tentou transportar cerca de 25 mil civis de Hammam al-Alil, uma cidade ao sul de Mosul, em caminhões e ônibus para utilizá-los como escudo humano para barrar as ofensivas contra o grupo radical.

Coalizão contra EI ataca

Forças do Iraque apoiadas por uma coalizão liderada pelos Estados Unidos atacaram bases do Estado Islâmico no extremo leste de Mosul nesta terça-feira (1). Na segunda-feira (31), a coalizão combateu pela primeira vez dentro da cidade de Mosul.

Um repórter da agência Reuters disse ter ouvido explosões e disparos a cerca de 5 km de Mosul. “Atualmente, estamos envolvidos em batalhas nos arredores do leste de Mosul”, disse o tenente-general Abdul Wahab al-Saidi, da unidade de elite Serviço de Contraterrorismo (CTS). “A pressão está em todos os lados da cidade para facilitar a entrada no centro da cidade”, disse.

Combatentes disseram que as batalhas em Mosul podem durar meses, devido à complexidade da operação. A cidade abriga quase 1,5 milhão de habitantes.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.