Estado Islâmico reivindica autoria de ataque que deixou 50 mortos em boate gay em Orlando

Redação Rede Super

omar mateen

Omar Mateen

O Estado Isâmico reivindicou, nesta segunda-feira (13), por meio de um comunicado em uma rádio oficial do grupo extremista, a responsabilidade pelo ataque à boate Pulse – uma boate gay em Orlando, na Flórida – que deixou 50 mortos e pelo menos 53 feridos.

O ataque aconteceu na madrugada desse domingo (12), quando Omar Saddiqui Mateen, de 29 anos, entrou na boate, fez um grupo de reféns e começou a disparar. O atirador morreu em troca de tiros com a polícia.

Segundo o agente do FBI Ronald Hopper, há informações de que, antes do ataque, Mateen teria ligado para o número de emergência 911, afirmando ser leal ao Estado Islâmico. O atirador já havia sido investigado por ter citado possíveis ligações com terroristas a colegas de trabalho. Ele não estava sendo investigado atualmente.

O número de mortos faz do ataque o pior atentado a tiros da história dos Estados Unidos.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.