Estado Islâmico decapita mulheres pela primeira vez na Síria

Redação Rede Super

SíriaO Estado Islâmico decapitou duas mulheres na Síria, informou o fundador de um grupo de monitoramento da guerra nesta terça-feira (30). Esta seria a primeira vez que o grupo extremista mata civis do sexo feminino desta maneira.

As decapitações ocorreram nesta semana. Uma das mulheres foi decapitada com o marido na cidade de Deir al-Zor, leste do país. Na cidade de al-Mayadeen, no sudeste, o grupo decapitou outra mulher e seu marido. Todos eles foram acusados ​​de feitiçaria, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

O Estado Islâmico já decapitou vários homens locais e estrangeiros na Síria, incluindo combatentes inimigos, trabalhadores de entidades humanitárias e jornalistas, bem como pessoas que violam a sua interpretação radical da lei islâmica.

Várias mulheres presas pelo grupo foram apedrejadas até a morte após serem acusadas de adultério e outros delitos. Esta é a primeira vez que surge a informação de que o grupo decapitou mulheres.

O Estado Islâmico também “crucificou” cinco homens em al-Mayadeen por comerem durante o dia do mês de jejum muçulmano do Ramadã, informou o Observatório. Eles foram pendurados na muralha da cidade e crianças foram incentivadas a zombar deles enquanto sofriam, acrescentou.

Ativistas dizem que o Estado Islâmico usa tais punições públicas em áreas onde está presente para controlar a população local através da coerção e o medo.

_____

Com informações da Reuters


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.