Em carta a Obama, criança de 6 anos oferece casa e amizade para menino vítima de ataque na Síria

Por Abner Faustino
Tradução: Artur Vinicius

Fotos: Reprodução / Casa Branca -  Reprodução / EuroNews

Alex mandou carta para Obama pedindo a busca do pequeno Omran Daqnessh. (Fotos: Reprodução / Casa Branca – Reprodução / EuroNews)

Uma carta enviada ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está dando o que falar. O remetente é o pequeno Alex, de 6 anos, morador de Nova York. A criança viu no noticiário a imagem do garoto sírio Omran Daqneesh, com o rosto ensanguentado em um hospital na cidade de Aleppo.

Na carta, Alex faz um pedido ao presidente Obama: “Caro presidente Obama, lembra-se do menino que foi socorrido por uma ambulância na Síria? Você poderia buscá-lo e trazê-lo para a nossa casa?”, pediu o garoto em carta. “Nós estaremos esperando por vocês com bandeiras, flores e balões. Vamos dar-lhe uma família e ele será nosso irmão”, argumentou Alex.

Leia também: 
• Mais de 300 mil pessoas já morreram em conflitos na Síria
• Mais de 28 mil crianças deslocadas por conflitos em 2015 estão expostas a ameaças

“Na minha escola, eu tenho um amigo da Síria, o Omar, e eu vou apresentá-lo a Omar. Todos nós podemos brincar juntos. Podemos convidá-lo para festas de aniversário e ele vai nos ensinar outra língua. Podemos ensinar-lhe o inglês também”, disse a criança.

No início da semana, Barack Obama leu a carta do garoto em uma reunião de cúpula da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a crise migratória e a guerra na Síria. Dias depois, a Casa Branca gravou um vídeo de Alex lendo sua carta em voz alta. “Todos deveríamos ser mais como Alex. Imaginem como o mundo seria se fôssemos assim? Imaginem o sofrimento que poderíamos aliviar e quantas vidas poderíamos salvar?”, disse o presidente.

De acordo com dados do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) divulgados neste mês, 301.781 pessoas já morreram na Guerra Civil na Síria, iniciada em 2011. Ainda segundo o levantamento do OSDH, 86.692 civis morreram por causa do conflito, dos quais 15.099 eram menores de idade.

Leia a carta de Alex na íntegra:

“Querido Presidente Obama,

Se lembra do garoto que foi levado pela ambulância na Síria? Você poderia pegá-lo e levá-lo para minha casa? Estacione na entrada da garagem ou mesmo na minha rua e nós estaremos esperando por vocês com bandeiras, flores e balões. Nós vamos dar para ele uma família e ele vai ser o nosso irmão. Catherine, minha irmã mais nova, vai estar coletando borboletas e vagalumes para ele. Na minha escola, eu tenho um amigo da Síria, Omar, eu vou apresentar meu amigo pra ele. Nós podemos brincar todos juntos. Nós vamos convidar ele para festas de aniversário e ele vai nos ensinar uma nova língua. Nós podemos ensinar inglês para ele também, como fazemos com meu amigo do Japão, Aoto.

Por favor, diga para ele que o irmão dele vai se chamar Alex, que é um garoto muito bom, como ele. Mesmo que ele não traga brinquedos ou não tenha, Catherine vai dividir seu coelho branco e eu vou dividir minha bicicleta. Eu vou te ensinar como andar nela. Eu vou te ensinar adições e subtrações em matemática. E você vai poder sentir o cheiro do batom da Catherine que é verde. Ela não deixa ninguém tocar nele.

Muito obrigado! Eu já estou esperando pela vinda de vocês.

Alex

6 anos de idade.”


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.