Cristãos são presos acusados de “feitiçaria” após oração por cura de mulher no Nepal

Por Artur Vinicius

Com informações do World Watch Monitor

(Foto: Reuters)

(Foto: Reuters)

Quatro nepaleses cristãos estão sentenciados a cinco anos de prisão após testemunharem a cura de Seti Pariyar, uma nepalesa que estava sofrendo com graves doenças mentais. O tribunal nepalês alega que os cristãos utilizaram de “feitiçaria” e “violência” para obter a cura de Seti.

Presos desde julho, os quatro foram oficialmente sentenciados e deverão cumprir a pena pelos próximos cinco anos. Mesmo com os depoimentos do marido, do sogro (que é cristão) e da própria Seti, contrários à prisão dos cristãos, o governo do país resolveu não atender aos pedidos.

O culto no qual a nepalesa foi levada ocorreu no dia 6 de junho de 2016. Seti relatou que teve melhoras depois da oração feita pelo grupo de cristãos na igreja local. Desde 2015 está proibida qualquer prática de evangelismo e proselitismo no Nepal.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.