Cristãos quenianos sofrem emboscada por um grupo fundamentalista islâmico

Portas Abertas

QuêniaMilitantes do grupo fundamentalista islâmico Al-Shabaab, conhecido como “Movimento do Jovem Guerreiro”, armaram uma emboscada e assumiram o controle de uma vila, na cidade de Lamu, no Quênia. O ataque ocorreu por volta de 5h desta quinta-feira (27), informou a Missão Portas Abertas.

De acordo com o site de notícias AllAfrica, há cerca de 100 suspeitos envolvidos na emboscada, conforme os relatos de uma testemunha ocular: “Militantes invadiram a aldeia às 5 da manhã, e obrigaram os moradores a se reunirem num mesmo lugar, onde fizeram sermões religiosos durante uma hora. Agora as pessoas estão deixando suas casas por medo de novos ataques”.

Ashagrie, analista da Portas Abertas, explica que “os cristãos no Quênia têm vivido sob constante ameaça por parte desse grupo de radicais, em particular, os que vivem no nordeste e áreas costeiras”. “O que torna a situação mais complexa é o fato de os terroristas usarem diferentes táticas”, diz.

“A tática atual de tomar o controle de uma aldeia e pregar sobre a religião deles pode indicar dois fatores importantes: em primeiro lugar, os militantes podem querer se apresentar como algo mais do que apenas um grupo sanguinário. Em segundo lugar, pode ser possível que eles tenham a pretensão de recrutar mais membros. De qualquer maneira, o incidente indica que o Al-Shabaab é uma ameaça potente para todos os cristãos do Quênia”, conclui.


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.