Cristãos contam como é o horror de viver sob ameaça do Estado Islâmico

Por Abner Faustino

Cristãos contam como é o horror de viver sob ameaça do Estado Islâmico

Foto: Babasteve Portrait of a Refugee via photopin

Crucificações, tortura e escravidão. Esta é a realidade vivida diariamente por muitos cristãos iraquianos que vivem sob a ameaça do grupo radical Estado Islâmico (EI). Quando o grupo terrorista invadiu o Iraque, em 2014, os cristãos se tornaram os alvos principais dos radicais. A eles, foram dadas poucas opções: fugir, se converter ao Islã, pagar uma taxa de proteção ou enfrentar uma brutal morte.

“O irmão da minha esposa foi crucificado pelo Estado Islâmico”, disse, à CBN News, Esam, pai de três filhos, que conseguiu fugir antes de enfrentar o mesmo destino. “Ele foi crucificado e torturado na frente de sua esposa e filhos, que foram obrigados a assistir. Lembro que ele disse que amava Jesus e que iria morrer como Jesus”, relembra Esam.

Ele disse ao Watch World Monitor (que acompanha histórias de pessoas em todo mundo que são perseguidas por causa da fé) que o seu cunhado foi torturado por cinco horas pelos jihadistas do EI antes de ser crucificado.

Para muitos sobreviventes, essas terríveis histórias não são sobre seus amigos ou parentes, mas sobre suas vidas.

Karlus é um desses sobreviventes. Ele foi preso e torturado pelo Estado Islâmico. O jovem de 20 anos ficou pendurado por horas no teto apenas pelo pé esquerdo. Nas feridas de Karlus, os jihadistas esfregaram sal para aumentar a sua dor. Ele também enfrentou agressão sexual na prisão e era ameaçado constantemente de ser morto a tiros. No entanto, o EI o libertou.

Testemunhos como o de Karlus dão esperança para o futuro dos cristãos no Iraque. Alaa, pai de dois filhos, diz que o país não é um lugar para uma família cristã. “É impossível voltar para Bagdá (capital do Iraque)”, disse. “Eu não posso construir uma vida no Iraque. Qualquer país que me aceitar, eu vou. Quero construir uma vida e um futuro para minhas crianças”.

Apesar de todo o sofrimento, Karlus deixa uma pequena mensagem sobre perdão. “O que aconteceu não é fácil, mas, no final, devemos perdoar. Este é o meu destino. Talvez Deus está planejando algo pra mim”, disse Karlus.

_____

Com informações da CBN News


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.