[China] Vinte cristãos são presos durante estudo bíblico

Redação Rede Super

Em uma igreja no distrito de Shunyi, lar de dezenas de cristãos que viajam para Pequim, capital da China, um grupo que estava reunido para um estudo bíblico foi surpreendido com a invasão de mais de 10 policiais. Segundo testemunhas, 20 pessoas foram detidas.

Um dos cristãos que participava da reunião contou que havia aproximadamente 27 pessoas no lugar. Segundo ele, a polícia chegou enquanto eles oravam e, logo depois, levaram para a delegacia todos que estavam sem documentos de identificação. A polícia também confiscou bíblias e hinários.

Ainda segundo uma testemunha, o diretor da delegacia, Li Jincheng, é o mesmo policial que atacou a igreja no ano passado, que tentou apagar todas as informações dos computadores dos cristãos e disse que eles deveriam abandonar a religião.

Outro cristão, que foi detido e interrogado, disse que os demais foram libertados no mesmo dia. Ele conta que a polícia queria que os detentos entregassem tudo o que tinham, incluindo dados salvos em celulares, e que os policiais alegaram que a igreja é um local ilegal e proibido para reuniões cristãs. Após checarem os documentos de identificação e fazer um registro por escrito, liberaram os presos.

Frequentemente, a polícia exige que os membros da igreja frequentem uma congregação sancionada pelo governo. No entanto, os membros se recusam a concordar, porque acreditam que as ideias dos fundadores de ambas as igrejas são divergentes.

_____

Com informações de Portas Abertas

 


 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.