Os Gideões

Vídeos

Paulo perante o Sinédrio

“Fitando Paulo os olhos no Sinédrio, disse: varões, irmãos, tenho andado diante de Deus com toda a boa consciência até ao dia de hoje.

Mas o sumo sacerdote, Ananias, mandou aos que estavam perto dele que lhe batessem na boca. Então, lhe disse Paulo: Deus há de ferir-te, parede branqueada! Tu estás aí sentado para julgar-me segundo a lei e, contra a lei, mandas agredir-me?

Os que estavam a seu lado disseram: estás injuriando o sumo sacerdote de Deus?

Respondeu Paulo: não sabia, irmãos, que ele é sumo sacerdote; porque está escrito: não falarás mal de uma autoridade do teu povo.

Sabendo Paulo que uma parte do Sinédrio se compunha de saduceus e outra, de fariseus, exclamou: varões, irmãos, eu sou fariseu, filho de fariseus! No tocante à esperança e à ressurreição dos mortos sou julgado!

Ditas estas palavras, levantou-se grande dissensão entre fariseus e saduceus, e a multidão se dividiu. Pois os saduceus declaram não haver ressurreição, nem anjo, nem espírito; ao passo que os fariseus admitem todas essas coisas.

Houve grande vozearia. E, levantando-se alguns escribas da parte dos fariseus, contendiam, dizendo: não achamos neste homem mal algum; e será que algum espírito ou anjo lhe tenha falado?

Tomando vulto a celeuma, temendo o comandante que fosse Paulo espedaçado por eles, mandou descer a guarda para que o retirassem dali e o levassem para a fortaleza.”

(Atos 23.1-10)

 

Assista ao estudo bíblico:

Comentários

:

: