Impureza e mundanismo

Pastora Ângela Valadão faz uma reflexão com base no texto bíblico de Hebreus 12.16-17: “(…) nem haja algum impuro ou profano, como foi Esaú, o qual, por um repasto, vendeu o seu direito de primogenitura. Pois sabeis também que, posteriormente, querendo herdar a bênção, foi rejeitado, pois não achou lugar de arrependimento, embora, com lágrimas, o tivesse buscado”.