Corte de gastos no Brasil está agravando desigualdade no país, dizem especialistas da ONU

O economista Felipe Paschoal fala sobre as consequências que os cortes nos gastos podem trazer para o país. De acordo com Paschoal, o Governo tem priorizado gastos financeiros em detrimento dos gastos primários, que envolvem saúde, educação e direitos de cidadania. Esse contexto tem prejudicado o poder econômico das classes mais baixas e favorecido os mais ricos.

Veja também:
• Leitura é a atividade cultural preferida pelos brasileiros, diz pesquisa
• Por que os casos de caxumba têm aumentado no Brasil?

Entenda: