Casos de leishmaniose visceral aumentam em Minas Gerais

De acordo com a gerência de controle de Zoonoses da Prefeitura de Belo Horizonte, até agosto deste ano, foram registrados 31 casos de leishmaniose visceral em humanos e quatro resultaram em óbito. Com as chuvas de novembro, a proliferação dos mosquitos Palha, transmissores da doença, é maior e os cuidados devem ser redobrados com a saúde humana e a dos animais. O infectologista Luís Gustavo Santos e a bióloga e pesquisadora Fio Cruz Minas Josiane Valadão Lopes falam sobre esse problema e como erradicar a doença.

Assista:

Parte I

Parte II