Traição: de quem é a culpa?

Uma pesquisa do Projeto Sexualidade, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, revelou que mais de 50% dos homens brasileiros admitiram já terem sido infiéis em seus relacionamentos. Entre as mulheres, a traição foi admitida por 30,2% das entrevistadas. Ao todo, foram ouvidas 8.200 pessoas em dez capitais brasileiras.

A pastora Raquel Campos Cabral e a psicanalista Jéssica Almeida avaliam os possíveis motivos que levam uma pessoa a trair o cônjuge e os argumentos comumente usados para justificar uma traição. Ambas as entrevistadas partem do pressuposto de que se trata de uma questão de escolha, e que o comportamento não deve ser justificado por alguma carência ou problema dentro de uma relação.

Assista: