De Tudo um Pouco

Vídeos

Cresce número de mulheres que deixam para ser mães após os 40

Muitas mulheres têm o sonho de ter filhos, mas, ao longo dos últimos 20 anos, esse sonho tem ficado para segundo plano. Dados do Ministério da Saúde revelam que o número de mulheres que foram mães após os 40 anos subiu de 51.603, em 1995, para 77.138, em 2015, o que representa um aumento de 49,5%.

A ginecologista Márcia Mendonça Carneiro alerta para as dificuldades de se engravidar após essa idade. “Engravidar é como se fosse uma maratona e que, a partir dos 35 anos, o óvulo fosse ficando cansado. Esse cansaço vai se traduzir em maior dificuldade para engravidar e essa dificuldade se acentua muito após os 40 anos”, diz Márcia.

A psicóloga Verônica Loscha revela o perfil das mulheres que optam por uma gravidez tardia. “São mulheres que priorizam a carreira, a independência financeira, estabilidade e autonomia”, explica. “As mulheres têm investido cada vez mais no mercado de trabalho, se preparando cada vez mais para a vida profissional e tentando alcançar alguma independência. Com isso, elas postergam a gravidez. A questão é que o ovário não acompanha todo esse avanço social e econômico que as mulheres têm alcançado nos últimos anos”, diz a ginecologista Márcia Mendonça Carneiro.

Assista:

Artigos Relacionados

  • Nenhum artigo relacionado foi encontrado

Comentários fechados.