“O profissional precisa de flexibilidade e não ficar preso somente a uma área”, diz gerente de outplacement

No Brasil, os tempos de crise econômica têm elevado os índices de desemprego em todo o país. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados chega já a quase 11% da população – mais que o dobro do registrado em 2014.

• Veja também:
Como se comportar em entrevistas de emprego?  
Como se preparar para concursos públicos?

Nos últimos dois anos, o número de desempregados tem crescido em larga escala e a tendência é que os índices sejam os maiores da última década. O que o desempregado deve fazer para não ficar fora do mercado de trabalho? A gerente de outplacement (serviço terceirizado responsável pelo direcionamento e orientação para desempregados) Luana Torres dá dicas de como as pessoas devem proceder – em meio à crise – para não serem esquecidas pelo mercado.

Assista: