“Eu pensei: como vou caminhar sem tropeçar?”, lembra miss Janaína Barcelos sobre diagnóstico de retinose pigmentar

  • Nenhum comentário
  • Vídeos

Parte de um grupo de doenças hereditárias que provocam degeneração da retina, a retinose pigmentar pode causar a perda da visão. Os sintomas variam de acordo com a forma como os bastonetes e cones do globo ocular são afetados. A morte dos bastonetes, por exemplo, causa perda da visão periférica e noturna. Já a morte dos cones prejudica a percepção das cores e da visão central.

Um dos casos mais famosos da doença é o de Louis Corbett, um garoto neolandês de 12 anos que, em apenas um ano desde a descoberta da enfermidade, perdeu 50% da visão. Diante do rápido progresso da doença, a família dele decidiu embarcar em uma viagem internacional para que o garoto tivesse a oportunidade de contemplar paisagens que ele nunca viu. Dois irmãos de garoto também têm a doença, porém, o progresso da perda de visão tem sido mais agressivo e devastador para Louis.

Miss Minas Gerais 2013 é portadora de retinose pigmentar

Miss Minas Gerais 2013 é portadora de retinose pigmentar

Assim como Louis, a Miss Minas Gerais 2013, Janaína Barcelos, também é portadora da doença, descoberta em 2011. A modelo conta que tropeçava com frequência, e achava que isso acontecia porque ela era “desastrada”. Ela conta que ficou assustada com o diagnóstico da doença. “Eu pensei: como eu vou descer as escadas? Tem holofotes voltados pra mim. Como eu vou fazer pra caminhar sem tropeçar? No concurso [Miss Minas Gerais], eu tive que memorizar a passarela inteira”, lembra. “Se não fosse minha fé em Deus, eu não teria conseguido prosseguir a minha vida”.

No estúdio do DE TUDO UM POUCO, a oftalmologista Juliana Barbi explicou mais detalhadamente como a doença se manifesta, quais são os principais sintomas e o tratamento. Confira: