Pastor de igreja no Texas perdoa atirador

Pastor norte americano e esposa chorando pela morte da filha

Foto: News.sky

Perdão. Uma pequena palavra que carrega um enorme peso. A atitude de perdoar é um gesto nobre, que deixa o coração mais leve. Sensação semelhante à de tirar um peso das costas e ficar aliviado. Apesar de ser tão libertador, o perdão é algo difícil de acontecer. As pessoas guardam magoas, rancor e se deixam abaterem por isso. Mas existem situações extremas em que ele acontece. Exemplo disso é o pastor Frank Pomeroy(foto).

No domingo (5), Devin P. Kelley, de 26 anos de idade, entrou armado na Igreja Batista de Sutherland Springs, Texas (EUA), e abriu fogo contra os fiéis que estavam presentes no local. Foram 26 mortos e mais de 20 feridos. Para as autoridades norte-americanas, o ataque foi o pior da história do estado. Neste cenário de tristeza, luto e sofrimento, um pai e pastor, que perdeu a filha de 14 anos, e que poderia estar com o coração cheio de ódio e rancor, afirma: “Ao invés de escolher a escuridão, como fez aquele homem, eu digo que devemos escolher a vida”, diz.

• Veja também: 
Atirador invade igreja batista e deixa 26 mortos e 20 feridos, nos Estados Unidos

Duas semanas após a tragédia, a igreja teve um culto e contou com a participação de mais de 500 pessoas. Contudo, Pomeroy disse que a igreja será demolida, pois os fiéis não estão sentido-se bem ali.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.