A vida de Susie Valadão Vasconcelos

O pastor Kaiser Vasconcelos, viúvo da pastora Susie Valadão Vasconcelos, divulgou, na manhã desta quinta-feira (14), as últimas fotos de sua “princesa guerreira”, como ele gostava de chamar a esposa.

Susie Valadão Vasconcelos

“Vejam como o seu rostinho estava cheio de paz e alegria ao lado da primogênita e da mamãe. Assim era o seu estilo de vida. Murmuração ou reclamação nunca fizeram parte de sua história. A alegria do Senhor sempre foi a sua força”, declarou.

Nascimento e infância

Belo-horizontina de coração, a pastora e missionária Susie Valadão Vasconcelos nasceu no dia 28 de junho de 1970, na cidade de Mineiros (GO). O parto foi realizado pelo pai, Paulo Cintra, que, naquela época, era médico do Hospital Samaritano.

A pastora Susie era a neta primogênita da família Valadão e todos que a conheceram percebiam o quanto ela era amada. Junto com seu irmão, o cirurgião dentista Paulo Sérgio, Susie aprendeu desde muito cedo os princípios da Bíblia, valores que levou por toda a vida.

A família conta que Susie sempre foi uma criança obediente e muito carinhosa, cheia de dons e talentos para cantar, compor, falar em público e ensinar (principalmente crianças). Ainda menina, Susie compartilhava lindas experiências com Deus.

Pastora Ângela e Susie Valadão

Primeiro diagnóstico e testemunho de cura

Com apenas 7 anos de idade, Susie recebeu o diagnóstico de Leucemia, uma doença maligna originada na medula óssea, local onde as células do sangue são produzidas. Contudo, ela foi curada de uma maneira surpreendente. Susie contou com a oração de familiares e amigos mais íntimos, que criam no poder de Deus para trazer-lhe a cura.

Além disso, outro fato marcante aconteceu na vida de Susie. Ela tinha o tipo sanguíneo “O Rh positivo” e, a partir de então, de maneira sobrenatural, o seu sangue se tornou “O Rh negativo”.

Susie Valadao Vasconcelos

Vocação e ministério

Susie entregou sua vida a Cristo aos 4 anos e, aos 9, respondeu a um chamado missionário. Assim, a partir dos 12 anos, começou a viajar pelo Brasil, cantando e se apresentando em teatros e jograis em igrejas e praças, levando a mensagem de salvação aos grandes e pequenos, trazendo transformação nas vidas, entrando nas casas mais humildes.

Na adolescência, era integrante da banda “Sal da Terra”. Junto com seus amigos, Susie cantou durante muito tempo em congressos e acampamentos para jovens. Algumas das canções compostas por ela foram ensinadas aos adolescentes da Igreja Batista da Lagoinha e uma delas foi gravada pela banda da Igreja Batista Central de Belo Horizonte, a canção “Usa-me”.

Susie também sempre foi uma excelente aluna, responsável, destacando-se em todos os anos de estudo. Formou-se em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais e, durante 15 anos, dedicou-se a atender crianças, jovens e famílias em seu consultório.

Nos tempos de universitária, Susie aceitou o desafio de organizar o serviço de Assistência Social da Igreja Batista da Lagoinha (IBL). Na mesma época, junto com o então noivo Kaiser Vasconcelos, dedicou-se ao ensino dos juniores da igreja. Em seguida, assumiram os adolescentes da UNIJOVEM e a liderança da Rede dos Adolescentes da IBL, onde foram pastores por 20 anos, entre 1988 e 2008.

Em julho de 2007, Susie trouxe a luz um trabalho Internacional com as crianças: surgira o ministério “Gideões Mirins”. As crianças também queriam orar como seus pais e Susie montou a estratégia de preparar intercessores infantis, de 7 a 12 anos, que teriam uniforme, formação militar, lei, lema e promessa, com 10 mandamentos para serem seguidos e respeitados. Sua lei: “O gideão mirim é um intercessor pelas crianças do mundo, preparando a igreja para a volta de Jesus!”

Atualmente, o ministério está em 15 países: África do Sul, Angola, Argentina, Brasil, Burundi, Chile, Congo, Estados Unidos, Moçambique, Kenya, Ruanda, Tanzânia, Uganda, Uruguai, Venezuela.

Em dezembro de 2008, a pastora Susie partia para a África do Sul, na cidade de Durban. Junto com o esposo e as 3 filhas, ela estudou inglês e se dedicou aos trabalhos missionários. Ali a família permaneceu por três anos, onde também plantaram uma igreja com os refugiados do Congo, a Worship Center Church.

Prepararam o pastor Munga para assumir o pastorado da igreja e o pastor Kitcha Malimbuko para levar ao seu país a estratégia do Ministério 24 Horas Diante do Senhor, levantando torres de oração sem cessar nas mais diversas denominações evangélicas.

A vida de Susie Valadão Vasconcelos

Consagração como pastora e dedicação ao Ministério

No dia 4 de Junho de 2004, aconteceu um fato histórico para a família Cintra: Susie e seus pais, Paulo Cinta e Ângela Valadão Cintra, foram consagrados como pastores na Igreja Batista da Lagoinha.

Receber o título de pastora foi apenas um reconhecimento de seu trabalho junto às crianças, adolescentes, jovens, e famílias da Lagoinha. Susie amava pessoas, em cada abraço recebido pelos familiares, no culto de despedida, sempre havia uma palavra de gratidão e histórias lindas.

Susie também formou o grupo “Anônimos de Cristo” para levar o amor de Deus a moradores de rua, debaixo dos viadutos, aos necessitados em bairros carentes e às cidades do interior, através de cestas básicas e da Palavra de salvação, além de muito amor.

Susie Vasconcelos e Gideões Mirins

Casamento e família

Em março de 1987, Susie conheceu seu esposo, Kaiser Vasconcelos, em um acampamento para jovens da Lagoinha, depois de ser apresentada a ele pelo irmão, Paulo Sérgio. Dois meses depois, em maio, Kaiser conversou com os pais dela, e, após duas semanas, eles começaram a namorar. Uma curiosidade é que Kaiser pegou nas mãos de Susie somente três meses depois do início do namoro.

Em fevereiro de 1988, ambos começaram a liderar os juniores da Lagoinha e, em maio do mesmo ano, ficaram noivos. O casamento foi em setembro de 1990, na igreja. Em junho de 1995, nasceu a filha primogênita do casal, Hadassa Elise. Em dezembro de 1997, Susie deu à luz Rahissa. E, em novembro de 1999, nasceu a terceira filha, Sanny Mércia. Em setembro de 2015, Susie e Kaiser comemoraram 25 anos de casados.

Susie sempre foi uma mãe presente, sábia, amiga, orientando as filhas no dia a dia e acompanhando-as nos estudos, nos relacionamentos, na vida com Deus. Como esposa, sempre meiga e honrando o esposo, acompanhando-o, até o último instante, em pregações, casamentos, e comemorações. Em seu último dia, antes de ser internada no hospital, Susie acompanhou Kaiser na passagem de ano no Acampamento da MPC. Ela ceou com os irmãos mesmo sentindo algum mal estar. Colocava Deus como prioridade em sua vida. Contemplava a família como dádiva do Senhor e a cuidou com todas as forças e muita oração, buscando que tivessem, juntos, todos os dias, um momento de reflexão na Palavra de Deus e oração.

Pastor Kaiser Vasconcelos

Pastora Susie e Família

Como Susie era em família

Susie sempre foi carinhosa, meiga, prestativa, amiga e alegrava qualquer ambiente. Com muita sabedoria e meiguice, ela trazia palavras marcantes e se identificava com os sofridos e necessitados, ajudando com a psicologia até mesmo durante os momentos mais delicados, em que a enfermidade a limitava.

Ela também sonhava com missões, amava as nações, desejava se doar totalmente para que o mundo conhecesse o amor de Deus, e que as igrejas cristãs, em toda a terra, pudessem cumprir o seu chamado de amor.

Aos seus pais, ela soube honrar durante toda a vida, dando-lhes presentes que ela nem mesmo tinha. Ao irmão, cunhados, sobrinhos, primos, tios, avós, ela sempre demonstrou amor, respeito, honra e carinho. Buscava manter os laços de família com chás, almoços, churrascos e momentos especiais em sua casa. Nunca deixou de comemorar uma data sequer da família, queria todos perto e unidos.

Família de Susie Valadão

Hobbies

Susie amava o artesanato: pintar, desenhar e fazer biscuit. Gostava de fazer cursos, mas sempre pensando em ensinar na África, aos Gideões Mirins, em fazer artefatos para arrecadar fundos para missões.

Amava estar com a família na praia, andar a cavalo na fazenda. Em sua última cavalgada, com toda a família (irmão, cunhada, mãe, filhas e sobrinhos), numa noite de lua cheia e céu estrelado, caminharam por umas 2 horas com cânticos de adoração ao Senhor, entrecortados de orações que Susie fazia, em gratidão a Deus e louvor por sua bondade. Lembranças inesquecíveis de sua companhia e pureza.

Ela era uma hábil contadora de histórias. Sabia tomar textos difíceis da Palavra de Deus e trazê-los de maneira simples para o alcance das crianças.

A partida

Susie foi para os braços do Senhor às 15h30 do dia 2 de janeiro de 2016. Não foi o câncer que a derrotou, pois havia oração constante por ela e pedidos ao Pai Celeste que a livrasse da dor e do sofrimento desta enfermidade. Susie foi acometida por uma infecção bacteriana grave em sua corrente sanguínea e teve total assistência médica e da família em seu último dia.

•Veja também:
Morre missionária Susie Vasconcelos, aos 45 anos

Ela estava se sentindo bem e planejando estar com a família na praia durante o mês de janeiro. Passou a semana do Natal até a véspera do Ano Novo com a família. Havia terminado de ler o livro de Jó no dia 30 de dezembro de 2015, e refletíamos sobre o tempo de provação e a recompensa após as provas.

Ao ser internada no hospital, Susie teve momentos preciosos com seu esposo, sua mãe e sua filha Hadassa. A paz e a alegria estavam em seus lábios e emanavam de seu coração. Quando veio a notícia médica de que ela tinha poucas horas de vida, a família ali estava, junto aos pastores Márcio e André Valadão, entoando cânticos de adoração e gratidão por mais de três horas. Hadassa orou intercedendo longamente por ela e, enquanto seu corpo recebia carinho de tantas mãos (pais, esposo, filhas, tio, primo, irmão, cunhada), Susie partiu suavemente para o lar do Pai.

Deus permitiu, com detalhes pequenos, que esse momento fosse o mais suave possível para os parentes e amigos poderem lhe dar o último adeus. Depois de passarem as datas importantes de comunhão familiar (Natal e Ano Novo), 2016 começaria para nós, os que ficamos, sem nossa “princesa guerreira”, como Kaiser costumava chamá-la.

Pastora Susie e Kaiser Vasconcelos


35 Comentários

  1. MONICA REIS SANTOS

    Maravilhosa foi a vida da Susie, não a conhecia, mas me tocou profundamente, como ela não deixou nunca e nada tirar o espaço de Deus, tudo ela fez com ELE,e PARA ELE, mesmo na dor, um exemplo de fé.

  2. Denise Maria dos Santos

    Ao assistir o programa: Os gideões,sempre fui tocada profundamente pela dedicação e amor que a pastora Susie demonstrava pelas vidas tão carentes de tudo.
    Ao saber de sua partida para o Senhor chorei muito, mas o Espirito Santo me deu uma palavra que gostaria de compartilhar:Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, ficará só;mas se morrer dará muito fruto.Jo:12:24
    Certamente muitos frutos serão colhidos por causa da vida da pastora e missionária Susie.Até que Jesus Cristo volte e junte a sua grande família.
    Que Deus abençoe e sejam consolados pelo doce Espírito Santo.
    Amo vocês.

  3. SILVIA CRISTINA GOMES

    olha glória a DEUS PELA VIDA DESSA MULHER QUE VIM CONHECER AGORA,CERTAMENTE ELA ERA O EVANGELHO VERDADEIRO ACREDITO QUE ELA NÃO DESSE IMPORTANCIA PR APARECER PESSOAS ASSIM QUASE NÃO EXISTE MAIS,MESMO DEPOIS DE PARTI EST APRENDENDO C ELA,BJS PR ESSA LINDA FAMÍLIA.

  4. caroline

    Permita-nos Senhor ser parecidas com a susie. Sua historia sempre me marcou. Precioso é o legado que ela deixou. Louvado seja o Teu nome pela vida dela!

  5. Rosecler Preuss

    Linda a história de vida da pastora Susie. Eu não a conhecia pessoalmente, até porque não moro no Brasil, mas desde que conheci a histórico de enfermidade que ela foi acometida, orava sempre por ela. Mas ela agora está nos braços do Pai.
    Meus sentimentos à toda família!!

  6. Andrea melo

    Que matéria linda sobre essa pastora amada! Parabéns mais que merecida muitas cementes foram plantadas através dessa vida! Glória a Deus por a vida dela…

  7. Vania

    Olá boa noite. Sabe também passei por essa doença mas algo me chamou atenção na história da pastora que ela transmitia paz o tempo todo e é assim é uma paz que excede todo intendimento mesmo, também me sentia assim, Deus é bom e sua misericórdia no cerca sem explicação. Tudo no tempo dele e assim foi com ela, que Deus conforte e conduza a todos da família.

  8. Ana Cristina Albernaz

    Emoção encheu meu coração ao saber dessa linda história de fé. Que Deus nos fortaleça e nos faça comprometidos com a obra como foi a princesa guerreira Susie.

  9. Ricardo Araújo

    Diante de tudo, em lágrimas, só podemos louvar e agradecer a Deus pelo exemplo e legado da Susie. Não a conheci pessoalmente, mas à alguns anos acompanho sua trajetória, seus desafios, suas conquistas, mais acima de tudo, sua dependência e amor pelo Senhor. Ela foi promovida para a presença divina, e deixou-nos a missão, de amar ao Senhor amando ao próximo e doando-se para o próximo. Um forte abraço a todos os familiares. “Mas um dia, um lindo dia acordar de manhã e rever e abraçar, caminhar de mãos dadas do outro lado da vida”. Ela continuará para sempre em nossas vidas, ouso dizer em nossas vidas, pois ela fez parte da vida de tantos anônimos, de tantos que oraram por ela, e de tantos que foram influenciados por seu exemplo.

  10. Sempre amei e me fazia um bem enorme ouvi-la, passava uma paz. Deus sabe o que faz e com certeza ela guardou a fé.É uma vida que inspira.

  11. Patricia Reniero

    Sempre adimirei o trabalho da IBL… quando soube do estado da Pra. Susie, bem, eu procurei saber mais sobre ela, entao vi tantas obras maravilhosas e senti uma emoçao e tristeza muito grande e orei em pranto ao Senhor, pois nossa geraçao estava prestes a perder alguem muito disponivel pra Deus. Me sinto mais triste agora, nao a conhecia e nao sei como criei um grande amor por essa mulher de Deus. Eu sei q ela esta nos braços do Pai.

  12. ana maria

    Vida linda,dedicada ao Senhor!!!emocionante.

  13. glauciene

    Maravilhosa foi a vida dela, logo k me converti tive a oportunidade de conviver com ela, assistir aulas , fiz terapia com ela no momento k mais precisei, mesmo longe qdo soube de sua doença orava e acompanhava a sua recuperação , mas o melhor lugar sem dúvidas ela o encontrou, nos braços do Pai…. oramos e acompanhamos a família tºao amada que ela deixou bj …

  14. Rosangela Rodrigues de Brito Duarte

    Pastora Susie tinha pureza de alma tão grande que dava vontade de estar perto dela sempre. Com o tom da voz de uma criança, ela falava tanto do amor de Deus e vivia esse amor nas suas atitudes, com as pessoas ao seu redor que mais parecia um ser celestial aqui na terra. O mundo não foi digno da Susie.

  15. TANIA MARA

    KAISER LOUVO AO SENHOR PELA VIDA DE SUA ESPOSA ,QUE O SENHOR TE FORTALECE A SUA FAMÍLIA. O MAIS IMPORTANTE É O AMOR E DEDICAÇÃO E EXEMPLO GLORIA A DEUS , O NOME DO SENHOR É LOUVADO E UM GRANDE EXEMPLO DE FÉ UM GRANDE ABRAÇO.

  16. Maria Silvia de Oliv

    Ela será sempre um referencial para mim,nunca vi tamanha fé. Mesmo sem conhece-la a acompanhava pelo site a sua luta, sua força e perseverança. Orava pela minha irmã em Cristo, também passava tempo na internet lendo e vendo suas mensagens de tanta fé. Peço que Deus me conceda pelo menos um pouco da fé e alegria Susie guerreira de CRISTO.

  17. Paulo

    Oramos por ela, sofremos com a família, sentimos muito a notícia mas louvamos a Deus por todo o testemunho de vida da Susie. Que Deus fortaleça toda a família.

  18. Vilma

    A pastora Susie cumpriu o papel dela aqui. A moradia dela já estava pronta, por isso partiu. Essa mulher foi um grande exemplo de pessoa, filha de Deus, dedicada ao próximo. Deus quer ela bem pertinho Dele.

  19. Deus e fiel,
    Cuidou de tudo, como diz o seu esposo Kaiser
    Ela gostava de comerar todas as datas
    Com a familia.
    E aconteceu, e foi uma linda e maravilhosa
    Morte , aquelas pessoas.q ela amavam esta com ela
    Deus abençoe toda familia da pastora susie o seu esposo kaiser q Deus da a ele o conforto,e a suas filhas.
    DEUS E FIEL…
    ABRAÇOS JAQUELINY.

  20. Andrea

    Que exemplo de vida a pastora Susie nós
    deixou, a saudade é para sempre mas nós alegramos porque ela está nós braços do pai. Que o Senhor conforte toda a família em nome de Jesus.

  21. Martha bernhard

    Conheci a Susie e o Kaiser na Lagoinha quando ainda eram namorados. Ela era tudo isso e muito Mais. Uma pessoa doce.
    Deixo o meu abraço ao Kaiser e as filhas lindas que ela gerou.

  22. Cacilda

    Tive o prazer de conhecê-la na adolescência. Que linda a sua história! Ficará para edificar muitas vidas.

  23. keiner Vasconcelos

    Muitas saudades muitas saudades

  24. Alex Márcio

    Só uma coisa a dizer depois de ler esse texto… Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a DEUS!

  25. Anelise

    Foi uma guerreira! Poderia ter recusado o tratamento mas lutou até o fim. Inspiração

  26. Enia

    Seus ensinamentos sempre estará em nossos corações, que a saudade se transforme em ações de evangelismo.

  27. JOSÉ APARECIDO DO NASCIMENTO

    DEUS É SOBERANO SOBRE TODAS AS SITUAÇÕES ESSA FAMÍLIA FEZ E CONTINUA FAZENDO A DIFERENÇA MEUS SENTIMENTOS A PARENTES E AMIGOS QUE NOSSO AMIGO O ESPÍRITO SANTO ESTEJA CONSOLANDO A TODOS EM NOME DE JESUS ABC FE JOSÉ NASCIMENTO E FAMÍLIA .

  28. Marcia Viana

    Hoje mesmo orei para que Deus conforte toda a família, com a paz que se excede à todo o entendimento. Há anos atrás no início de minha conversão eu a conheci, vi esta meiguice e acompanhava suas pregações, testemunhos, sempre que podia. Através dela, podíamos ver Deus entre nós. Só ELE pode entender a finalidade de tudo o que Susie passou. O mais importante é que foi cuidada e amada até o fim, não murmurou, completou a carreira e guardou a fé. Seu galardão é grande, sabemos disto como cristãos. Em sua soberania, o conforto do Pai, inundará o coração de toda a sua família, a fim de prosseguirem como Susie fez até ser chamada. Deus os Abençoe!

  29. Meire

    En histórias como essa eu me lembro do que está em 2 Timóteo 4:7 7Combati o bom combate, completei a corrida, perseverei na fé! 8Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me concederá naquele Dia. Deus traga o refrigério e a paz ao esposo e as filhas.

  30. Meire

    En histórias como essa eu me lembro do que está em 2 Timóteo 4:7Combati o bom combate, completei a corrida, perseverei na fé! 8Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me concederá naquele Dia. Deus traga o refrigério e a paz ao esposo, as filhas, aos pais, e todos familiares. Ela era um doce de pessoa e agora está nos céus. Deus vos traga o conforto.

  31. Arli

    A história da pastora Susie me inspira a continuar a missão que Deus colocou em nossas mãos aqui em Sergipe, o doar a vida em favor de muitas pessoas que precisam sentir o amor de Cristo. A marca de Cristo na vida da Pastora Susie foi o que ficou nos corações alcançados por sua dedicação ao Reino. Que as filhas continuem o legado da sua mãe com êxito.

  32. oi
    samuel

  33. Jussara Silveira Ricardo

    Desde que me converti, amei a familia de Angela Valadao. Depois conheci Susie, so de ouvi-la. Fiquei impressionada pela sua pureza, beleza e fé. Mulher de alegria e que contagiava as pessoas com seu rostinho meigo e seu coracao de misericordia. Vai fazer falta, mas, o amor de Deus por ela, era grande. Ele a queria em seus braços. Meu verdadeiro sentimrnto. Abr para a familia.

  34. Roselene Davi

    ” Se o grão de trigo caindo na terra não morrer,fica ele só,mas se morrer,produz muitos frutos”.
    A história de vida da suzie tocou profundamente meu coração…

  35. Rosangela Rodrigues de Brito Duarte

    Susie foi pra mim o maior exemplo de fidelidade a Deus, ela sempre exerceu o seu ministério com satisfação e alegria, usou seus dons e talentos e fez com que centenas de pessoas se rendessem a Cristo, e mesmo nos periodos mais difícies não deixou glorificar o Nome do Senhor jesus Cristo

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.