Bate-Papo

Vídeos

Juízes ou cristãos?

“Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós”.

(Mateus 7:2)

“As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos”, já dizia Mário de Andrade. Olhar para o outro com generosidade nem sempre é a primeira atitude que temos. Ter bom senso e pensar que por trás de uma atitude há um motivo, às vezes, não é cômodo. Julgar parece o caminho mais fácil. No entanto, devemos nos lembrar que nossas atitudes são como sementes. Que tipos de frutos você deseja colher? “Um julgamento precipitado pode desencadear uma série de adventos desastrosos”, destaca a apresentadora Helena Tannure.

Lembre-se do que Jesus disse: “Quem for isento de culpa, atire a primeira pedra”. O respeito e amor ao próximo são valores que o cristão deve exercer sempre. “Você pode não concordar com uma pessoa, mas você tem a obrigação ética de respeitá-la como o ser humano que ela é. Uma coisa é discordar outra coisa é desrespeitar”, explica o psicólogo Dalton Ricaldoni.
Convidados do programa falam sobre julgamento.

Veja também:
É certo julgar?
Jesus não veio para julgar

Assista:

Comentários fechados.