Cristão e música secular

  • 15 comentários
  • Vídeos

Por meio da música, é possível traduzir sentimentos. Melodia, harmonia, e ritmo podem ser tão envolventes que são capazes de atrair apreciadores desde o primeiro acorde.

Será que ouvir ou cantar uma canção que não faz uma referência explícita a Deus pode ser considerado um pecado que contamina o coração ao ponto de desviá-lo da salvação?

“Eu penso que, se uma pessoa que se afastou do evangelho por causa de uma música, teve uma experiência muito superficial com Deus. Adoração é o estilo de vida, não é só música”, pontua Geraldo Silva, jornalista e pastor da Igreja Caverna de Adulão, em Belo Horizonte (MG).

Convidados do programa BATE-PAPO levantam essas e outras questões sobre música secular e adoração.

Assista: