Você mente?

Compart. 0

Você já deve ter ouvido a história do boneco de madeira que ganhou vida, o Pinóquio. O nariz dele crescia toda vez que ele mentia.

Se a mesma coisa acontecesse fora dos livros de contos infantis, quantos Pinóquios veríamos por aí?

Falar mentiras parece um hábito comum, seja para se dar bem ou apenas para evitar conflitos. Existem pessoas que, inclusive, defendem a mentira “bem intencionada”, aquela usada para um “final feliz”.

A psicóloga Lana Sampaio alerta para o perigo de a prática se tornar um vício. “As pessoas falam de mentiras pequenininhas, mas que, na verdade, vão afetando a construção do caráter e da personalidade, e essas mentiras podem acabar se tornando patológicas”, exlpica.

Assista na reportagem de Aline Breder:

Compart. 0