‘Farofa’ visita setor de achados e perdidos da Rodoviária de BH

Compart. 0

Segundo dados divulgados pela Prefeitura de Belo Horizonte (MG), o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro possui capacidade para atender uma demanda de 17 milhões de viajantes ao ano. Na pressa do embarque e desembarque, muitos objetos e documentos acabam sendo esquecidos no terminal. Os itens encontrados na rodoviária são recolhidos e encaminhados para o setor de achados e perdidos.

O publicitário e humorista Bruno Garofalo, mais conhecido como “Farofa”, visitou o setor onde todos os objetos que as pessoas esquecem são guardados. Para surpresa dele, os objetos são muito mais incomuns do que se espera.

Confira:

Compart. 0