Existe limites de uso de fontes anônimas no jornalismo?

Compart. 0

No jornalismo, as fontes são portadores de informação. Podem ser pessoas, falando por si ou coletivamente, ou documentos escritos ou audiovisuais, por meio dos quais os jornalistas tomam conhecimento de informações, opiniões ou dados, e, também, verificam o rigor dos dados obtidos ou aferem a veracidade dos juízos de valor que lhes foram apresentados anteriormente.

O sigilo de fonte do jornalista é garantia constitucional estampada com toda clareza no inciso XIV do artigo 5o da Constituição da República, em que se lê: “XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício professional”. Isso não significa, naturalmente, que um jornalista não possa, eventualmente, ter uma conversa sua captada em um grampo telefônico, autorizado no âmbito de uma investigação criminal.

Neste programa é abordado os temas que cercam os limites para o uso de fontes anônimas no jornalismo e dicas para que a população saiba identificar uma fake-news.

Assista e entenda o que os convidados Mariel Marra e Júlio Vieira falam sobre o tema:

 

Compart. 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *